Governo autoriza construção de Centro de Excelência para Pessoas com Deficiência

Compartilhe
PARATLETAS foram homenageados pelo governador.

 

O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, lembrado em todo mundo nesta terça-feira (3), foi especial para os capixabas deficientes físicos, visuais e intelectuais. Aproveitando a data e com intuito de oferecer ainda mais oportunidades a essa parcela da população, o governador Renato Casagrande assinou um documento que autoriza a construção do Centro de Excelência para Pessoas com Deficiência.

A assinatura ocorreu no Salão São Tiago, no Palácio Anchieta, em Vitória, e contou com a presença do secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, secretários municipais de Esportes, além dos paratletas capixabas que participaram das Paralimpíadas Escolares, homenageados por Casagrande.

O Centro ficará localizado na sede da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), em Bento Ferreira, na Capital. O espaço contará com uma arena multiuso, 100% acessível, que terá diversas salas para fisioterapia, atendimento médico, treinamento físico, vestiários e um ginásio que será usado pelos paratletas e demais pessoas com deficiência, contemplando as modalidades de goalbol, basquete, rugby, bocha, handebol e futsal para deficientes visuais.

A previsão é que o Centro de Excelência comece a ser construído no primeiro semestre de 2020 e seja concluído até meados de 2021. O espaço atenderá, em média, 1200 pessoas por mês e custará cerca de R$ 6 milhões.
O governador Renato Casagrande, em uma fala sobre a importância de o Estado cumprir o seu papel de promover a cidadania, se dirigiu aos paratletas e suas famílias: “Vocês são o exemplo para que a gente possa romper o preconceito e os limites nesse mundo, nesse País, nesse Estado. E nós não fazemos mais do que a nossa obrigação em dar as condições para que o cidadão capixaba, a cidadã capixaba tenha todo o ambiente pleno para exercer suas atividades”, disse.

Legado
O secretário Júnior Abreu também deixou claro a importância do espaço para as pessoas com deficiência e para o Estado. Segundo ele, o Espírito Santo dá um passo ainda maior para se tornar uma referência em esportes paralímpicos no Brasil.

Paralimpíadas Escolares
Além do anúncio da construção do Centro de Excelência, o evento também serviu para homenagear os atletas e técnicos capixabas que participaram das Paralimpíadas Escolares, considerada a maior competição do mundo para crianças e adolescentes com deficiência em idade escolar, realizada em São Paulo.

Durante o torneio deste ano, o Espírito Santo conquistou resultados recordes, aumentando o número de atletas na competição, além do número de medalhas, que saltou de 39, em 2018, para 68 medalhas, este ano. Com o resultado, a delegação capixaba terminou na nona colocação geral, subindo três posições com relação ao desempenho do ano anterior.