Polícia Militar do Espírito Santo presta homenagem aos veteranos

Compartilhe

O 2º SARGENTO RR Sérgio Barbosa da Silva, 68 anos, representou todos os veteranos da PMES durante a homenagem.

 

A Polícia Militar do Espírito Santo reservou o dia 30 de março de cada ano para homenagear os policiais militares que foram transferidos para a reserva remunerada ou foram reformados em razão do efetivo cumprimento do seu tempo de serviço prestado à sociedade capixaba.

Para celebrar a data, na tarde desta segunda-feira (30), o comandante-geral da PMES, coronel Márcio Eugênio Sartório, recebeu em seu gabinete o 2º sargento RR Sérgio Barbosa da Silva, 68 anos, que representou todos os veteranos da PMES durante a homenagem.

Adotando todos os procedimentos necessários para receber o 2º sargento Barbosa por conta da pandemia do novo coronavírus, o coronel Sartório destacou que os veteranos pavimentaram a história da Polícia Militar com honra, força, dedicação e competência. “Gostaríamos de fazer uma cerimônia à altura dos feitos de nossos veteranos, contudo, o momento não permitiu”, destacou.

Na oportunidade, o comandante-geral fez a entrega simbólica da boina do veterano e da flâmula da PMES ao 2º sargento RR Barbosa, e fez um pedido ao militar que é exímio corneteiro: “faça o toque do comandante-geral” – o que de pronto foi atendido.

Para Barbosa, a homenagem foi mais que especial. Emocionado, o sargento agradeceu o momento e disse que seu pai sempre repetia para ele que “melhor que contar história é fazer história; e melhor do que fazer história é deixar legado”.

 

Dia do veterano da Polícia Militar do Espírito Santo

O dia do veterano da Polícia Militar do Espírito Santo, dia 30 de março, foi instituído por meio da Portaria nº 807-R, de 17/01/2020, republicada no Boletim Geral da Polícia Militar nº 005, de 31/01/2020.

A homenagem está inserida no rol dos eventos festivos em alusão ao aniversário da PMES, comemorado em 06 de abril.

A data representa o reconhecimento institucional ao esforço dispensado pelos veteranos policiais militares que, com o risco da própria vida, trabalharam em prol da sociedade capixaba e colaboraram para a construção da gloriosa história da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES).