ES registra 6 mil casos de dengue a mais do que no mesmo período do ano passado

Compartilhe

ESPÍRITO SANTO registrou seis mortes por dengue e uma por chikungunya neste ano.

O Espírito Santo já registra 6.226 notificações de casos suspeitos de dengue a mais que no mesmo período do ano passado.

No boletim epidemiológico de doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) nessa quinta-feira (23), o estado tem 28.889 casos da doença. No mesmo período de 2019, eram 22.667 notificações. Os dados são das primeiras 16 semanas epidemiológicas de 2019 e de 2020.

Neste ano, essas 28.893 notificações de dengue representam a incidência de 718,97 casos a cada 100 mil habitantes. No ano passado, a incidência de notificações doença era de 570,87.

De acordo com o último boletim de doenças causadas pelo Aedes aegypti, o Espírito Santo ainda tem 8.271 notificações de chikungunya e 573 de zika.

Além das notificações de casos, o Espírito Santo também registrou seis mortes por dengue e uma por chikungunya neste ano.

Saiba como evitar a proliferação do mosquito:

  • Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;
  • Tirar água dos pratos de plantas;
  • Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;
  • Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;
  • Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;
  • Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.