Escolas Públicas do Espírito Santo estão em revista do Prêmio Shell de Educação Científica edição 2020

Compartilhe

PUBLICIDADE

CONTINUA

 

PUBLICIDADE

CONTINUA

Os projetos vencedores do Prêmio Shell de Educação Científica entre os anos de 2014 a 2019, ganharam matérias especiais em revista lançada para reconhecimento dos premiados, na edição 2020. Entre as unidades escolares vencedoras, está a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Campinho, localizada na Serra, que venceu com o projeto “Desmistificando o ensino da matemática através do Instagram”, desenvolvido pela professora Daniela Pacheco, no final do ano de 2019.

PUBLICIDADE

CONTINUA

Na matéria, a revista relata como os projetos foram desenvolvidos com os alunos. No caso da EEEFM Campinho, a professora Daniela Pacheco aplicou, diferenciadamente, conteúdos de matemática. “Reinventar a matemática de maneira lúdica, divertida e com a linguagem que os alunos gostam trouxe muitos pontos positivos, dentre eles o reconhecimento do meu trabalho.Embora desenvolver um projeto que envolva a tecnologia possa ter algumas dificuldades, a premiação me mostrou que preciso continuar com criatividade, entusiasmo e muita persistência na busca de construir uma Educação Pública de qualidade”, disse a professora.