Vereador Theodorinho de Montanha é acusado de soltar carro oficial nas mãos de neto e filho sem habitação.

Compartilhe

O Ministério Público do Espírito Santo por meio da promotoria de Justiça de Montanha determinou que a Polícia Militar apreenda carros oficiais da Câmara de vereadores da cidade caso estejam sendo conduzidos por familiares dos políticos.

Foto: Câmara Municipal de Montanha

O presidente da Câmara do município Theodorinho (PTB) tem colocado o veículo oficial do legislativo de Montanha à disposição de filho e neto, conforme aponta o Ministério Público. Além da gravidade em se colocar um patrimônio público para beneficiar familiares, tanto o neto quanto o filho do político não possuem sequer habilitação e nem vínculo com a Câmara de vereadores de Montanha.

Mesmo depois de ter sido notificado sobre as irregularidades pela promotoria em Montanha, o vereador Theodorinho continuou a soltar o veículo adquirido com dinheiro público, nas mãos de parentes, em afronta à determinação do órgão da Justiça.

O promotor Edilson Tigre Pereira afirma que a conduta do político é criminosa e pode configurar crime de improbidade administrativa pois a conduta de Theodorinho viola os deveres da honestidade, imparcialidade e da legalidade.

O Ministério Público deu prazo de 10 dias para que o político se manifeste sobre o caso.

Jornal Tribuna do Povo.