DOIS HOMENS SÃO PRESOS EM MONTANHA ACUSADOS DE ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Compartilhe

Na data de 14/09/2020, um homem de 24 anos foi preso em casa, no Centro de Montanha, suspeito de estupro de vulnerável. Policiais Militares deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça de Montanha. O crime aconteceu no dia 24/08/2020 quando a vítima, uma menina de 12 anos, foi até a casa do suspeito acompanhada de uma amiga de 14 anos.

Segundo as investigações conduzidas pelo Ministério Público e pela Polícia Civil de Montanha, o suspeito teria convidado a vítima para ir até o quarto dele enquanto a amiga de 14 anos permaneceu na sala do imóvel. O suspeito teria ligado um aparelho de som em alto volume dentro do quarto no momento em que manteve relação sexual com a vítima.

O Delegado Leonardo Avila, titular da DP de Montanha, informou que as apurações seguem em Segredo de Justiça e até a próxima semana o Inquérito Policial estará concluído e será encaminhado ao Ministério Público, onde o Promotor de Justiça, Dr. Edilson Tigre, dará continuidade ao processo na Justiça. Segundo o Delegado Leonardo Avila, “a investigação e prisão dos autores de crimes dessa natureza é uma das prioridades das polícias Civil e Militar do município, assim como do Ministério Público.

O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional do Estado e permanece no CDP de São Mateus à disposição da Justiça de Montanha.

No dia, 13/09/2020, um homem de 43 anos foi preso por policiais militares no bairro Brasília, Montanha-ES, suspeito de estuprar a enteada de 10 anos de idade. O suspeito estava foragido e foi localizado escondido na casa do pai onde foi preso em cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça de Montanha.

O crime aconteceu no dia 10/09/2020 quando a companheira do suspeito e mãe da vítima, uma criança de apenas 10 anos, presenciou o momento em que o suspeito praticava o crime na própria cama do quarto do casal. Segundo as investigações conduzidas pelo Ministério Público e pela Polícia Civil de Montanha, a mãe teria chegado em casa mais cedo do trabalho e acabou surpreendendo o suspeito deitado em cima da filha praticando atos sexuais, estando ambos despidos.

Diante do fato, a polícia militar foi acionada e compareceu ao imóvel onde o casal reside, porém, o suspeito fugiu e não foi localizado pelos policiais.

O Delegado Leonardo Avila, titular da DP de Montanha, informou que ao tomar conhecimento dos fatos, imediatamente, instaurou Inquérito Policial para a apuração do crime e encaminhou ao Ministério Público uma representação para a decretação da prisão preventiva do suspeito. Segundo o Delegado “a atuação rápida das polícias Militar e Civil, em conjunto com o Promotor de Justiça, Dr. Edilson Tigre, foi fundamental para prisão do suspeito”.

As investigações seguem em Segredo de Justiça e até a próxima semana o Promotor de Justiça irá receber o Inquérito Policial concluído para dar continuidade ao processo na Justiça.

O Delegado Leonardo Avila acrescentou que “a investigação e prisão dos autores de crimes dessa natureza é uma das prioridades das polícias Civil e Militar do município, assim como do Ministério Público. O suspeito foi encaminhado ao CDP de São Mateus e permaneceu à disposição da Justiça de Montanha.