Cultura em Toda Parte 2022: conheça os projetos selecionados

Compartilhe

A chamada pública do programa Cultura em Toda Parte 2022 já tem resultado. Serão 140 apresentações selecionadas, que serão acontecerão entre entre março e maio deste ano.  Confira a lista de selecionados no final da matéria. Idealizada pela Secult, a ação está sendo gerida por duas organizações da sociedade civil: o Instituto Parceiros do Bem e o Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA). Cada instituto vai cuidar de 100 ações, em cinco municípios e cinco finais de semana.

Confira as informações e os resultados das regiões 1 e 2.

Região 1

Na Região 1, gerida pelo Instituto Parceiros do Bem foram selecionadas 70 apresentações artísticas, de 35 municípios das macrorregiões norte e metropolitana, e vai percorrer, entre março e maio de 2022, cinco municípios do Espírito Santo, com shows, performances, slam, além de atividades de formação cultural. Serão 70 apresentações artísticas e 30 atividades de capacitação. Com 488 inscrições, sendo 38 da macrorregião norte e 450 da macrorregião metropolitana, a seleção se deu por uma curadoria de quatro profissionais.

Vitória, Venda Nova do Imigrante, Santa Teresa, Marechal Floriano e Pedro Canário serão as sedes dessa caravana cultural, que vai levar para o público cerca de 300 artistas e técnicos em cinco finais de semana.

A Região 1 é composta pelos municípios Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Brejetuba, Cariacica, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Guarapari, Itaguaçu, Itarana, Jaguaré, Laranja da Terra, Mantenópolis, Marechal Floriano, Montanha, Mucurici, Nova Venécia, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Mateus, Serra, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Pavão, Vila Velha e Vitória.

Foram selecionados artistas nas linguagens de música, audiovisual, artes integradas, literatura, artes visuais, teatro, dança, cultura afro brasileira e cultura popular. Em breve, serão divulgadas as datas e a programação por cidade. Além disso, serão disponibilizadas as inscrições para as atividades formativas do projeto. Acompanhe nas redes sociais do Instituto @parceirosdobeminstituto.

Com a realização do Instituto Parceiros do Bem, o Cultura em Toda Parte – Região 1 conta com recursos da Lei Aldir Blanc, via Chamamento Público, para a Seleção de Organização da Sociedade Civil (OSC) realizar a Gestão e Operacionalização do Projeto Cultura em Toda Parte – Circulação e Difusão de Atividades Artísticas e Culturais no Estado do Espírito Santo, por intermédio da Secretaria da Cultura (Secult), direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Selecionados:

CATEGORIA SOLO

 

A SofistA – Música – Vila Velha

Duarte – Música – Vitória

Filipe Benedito – Música – Itaguaçu

Grupo Lacarta – Artes Cênicas – Vitória

Ione Reis – Artes Integradas – Vitória

 

CATEGORIA DUO

 

Afari – Música – Vila Velha

Aliado Jota – Música – Serra

Beth MC – Música – Vitória

Chico Chagas – Música – Vila Velha

Duo Severino – Música – Cariacica

Inara Novaes – Música – Vila Velha

Letícia Chaves – Música – Cariacica

Manfredo – Música – Vila Velha

SANE – Artes Integradas – Serra

 

CATEGORIA TRIO

 

Bárbara Greco – Música – Vitória

Capitão Morgan – Música – Santa Teresa

Conteúdo Paralelo – Música – Serra

Duo Zebedeu – Música – Vitória

João Pedro Leite – Música – Nova Venécia

Luiza Dutra – Música – Vitória

Matheus Viana – Música – Vitória

Murilo Abreu – Música – Vitória

Paulo Sena – Artes Cênicas – Vitória

 

CATEGORIA GRUPO (4 A 6 ARTISTAS)

 

Ada Koffi – Música – Vitória

Alexandre Borges – Música – Vitória

Amélia Barreto – Música – Vila Velha

André Prando – Música – Vitória

AURI – Música – Vila Velha

Bruna Kethily – Música – Vitória

César Baldan – Música – Vitória

Cinco Nós – Música – Vitória

Dan Abranches – Música – Vitória

Dimas MC – Audiovisual – Vitória

Fabriccio – Música – Vitória

Forró Bemtivi – Música – Serra

Gabriela Brown – Música – Vitória

Gastação Infinita – Música – Cariacica

Grupo Árvore – Artes Cênicas – Vitória

Izar – Música – Vila Velha

Julia Nali – Música – Vitória

Marcos Coco – Música – Cariacica

Roberta de Razão – Música – Vila Velha

Rodrigo Novo – Música – Vitória

Sandrera – Música – Vila Velha

Wanderson Lopez – Música – Vitória

 

CATEGORIA ARTES CÊNCIAS (teatro/dança/performance) até 7 artistas

 

1.Fernando Tulher – Teatro – Vila Velha

Grupo de Dança Afro Negraô – Dança – Vitória

Grupo de Teatro e Dança Estirpe – Dança – Mucurici

Grupo Vira Lata de Teatro – Teatro – Vitória

Instituto Cultural Tambor de Raiz – Teatro – Conceição da Barra

 

CATEGORIA F – CULTURA POPULAR ATÉ 10 ARTISTAS

 

As mulheres da tribo de Macculelê – Cultura Afro Brasileira – Cariacica

Banda de Congo Mestre Tagibe – Cultura Popular – Cariacica

Banda de Congo Beatos de São Benedito – Cultura Popular – Vila Velha

Grupo de Jongo Santana Velha – Cultura Afro Brasileira – Conceição da Barra

Grupo Grünes Tal Plattler – Cultura Popular – Marechal Floriano

 

CATEGORIA G – CONTAÇÃO DE HISTÓRIA

 

Dalisa Campos – Artes Cênicas – Vila Velha

Kika Amorim – Literatura – Serra

Lilian Menenguci – Literatura – Vitória

Monique Rocha – Cultura Afro Brasileira – Vitória

Vovó Gracinha – Artes Cênicas – Guarapari

 

CATEGORIA H – VIDEOCLIPE

 

Amaro Lima – Saudade – Serra

Arthur Navarro – Jongo Mandala – Vitória

Bárbara Veronez – Martinete – Vitória

Elem Narah – Madalena do Jucu – Vila Velha

Eloá Eller – Aquário Raso – Vitória

JR Conceito, Dudu News, Misharia e Zumba – Mito é o C* – Vila Velha

Maik Sullivan – Te amo Itaúnas – Vila Velha

Maresia – BO – Vitória

Patricia Ilus – Se Vacilar, Pow – Vitória

Rodrigo CX – Regência – Vila Velha

 

Região 2

 

Já a Região 2 central e sul, geridas pelo IBCA, recebeu 213 inscrições, das quais foram selecionados 70 projetos, divididos em oito categorias, e que vão compor a programação artística. A partir de agora, os proponentes selecionados vão receber comunicado por e-mail com a solicitação de documentos para a etapa de contratação (ver lista no fim da matéria).

Os projetos foram selecionados por uma Comissão de Seleção, formada pelo diretor, produtor e roteirista de cinema e TV André Félix; pela advogada graduanda em Serviço Social, curadora audiovisual e servidora pública, Thaís Souto Amorim; e pelo curador, produtor audiovisual e DJ Waldir Segundo.

“O Cultura em Toda Parte é um projeto com essa característica de ação afirmativa, dentro do guarda-chuva da política cultural no Brasil. Pensando no Espírito Santo, acho que é uma oportunidade de sensibilizar o nosso olhar sobre a produção do Estado e conhecer a nossa diversidade. Tudo muito bem produzido. Mesmo os trabalhos mais simples, são super bem-feitos. Cada um com as suas peculiaridades, inclusive econômicas, desse momento em que a gente vive”, pontuou Thaís Amorim, integrante da Comissão de Seleção.

A Chamada Pública do Cultura em Toda Parte 2022 também prevê a reserva de 40% das vagas para mulheres, negros, pessoas LGBTQIA+, quilombolas e pessoas com deficiência, que foi atingida com excelência pela qualidade dos projetos apresentados. “Aguçar o olhar para os grupos da reserva de vagas foi muito importante. Esses grupos estão produzindo de maneira absurda, inclusive sustentando a cena cultural de muitos desses municípios”, destacou a curadora.

Confira quais são os proponentes e projetos selecionados pelo Cultura em Toda Parte 2022, na Região 2 – central e sul, gerida pelo Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA):

 

Selecionados:

CATEGORIA A – APRESENTAÇÕES SOLO

 

Aline Maria – Aline Maria e o show solo “Bordado à fé” – Divino São Lourenço

Eder Francisco de Oliveira – As Mais Tocadas do Eder de Oliveira – Colatina

Luiz Rodrigues dos Santos – Cartas Pra Você – Cachoeiro de Itapemirim

Mária Lopes da Costa – Quem está aí? – Marataízes

Margozzo – Músicas Tristes Que te Fazem Feliz – Cachoeiro do Itapemirim

 

CATEGORIA B – APRESENTAÇÕES DUO

 

Andre Forecchi Giovanni – O desmantelo de Roberval Mão Lisa e Rodinei Boa Morte – Aracruz

Aline Garruth – Cachoeiro de Itapemirim

Dana Oliver – O Quintal de Histórias – Aracruz

Dry SOM – Mundo Novo – Piúma

Eliane Correia – Contos Assombrosos – Guaçuí

João Augusto Selvátici Sarcinelli – João Neiva

João Paulo Stein Loureiro – A Mais Forte – Itapemirim

Jota[C] – Dores do Rio Preto

Victória Karlla Pereira Brandão – Iconha

 

CATEGORIA C – APRESENTAÇÕES TRIO

 

Antônio Canzian – Sarau: Minha Vida (Trans)formada – Cachoeiro de Itapemirim

Cleyton Aparecido de Aguiar  – Iúna

Eliane Correia – Contos de Cor – Guaçuí

Eriel Morelli – A Árvore – Itapemirim

Felipe Pessin Manzoli – Vargem Alta

Kaio Sarria Serafim – Guaçuí

Leandro Chades Bettecher – Cardume de Aventuras – Cachoeiro de Itapemirim

Luíz show – Luiz Show – Anchieta

Maria Clara Barbosa Marins – Reduto – Cachoeiro de Itapemirim

 

CATEGORIA D – APRESENTAÇÕES DE GRUPOS DE 04 A 06 ARTISTAS

 

Adriano Costa Gomes –  Marajah – Marataízes

Amanda Malta – Projeto Três em Uma – Cachoeiro de Itapemirim

Andrey Lessa Mesquita de França – Show do Gravekeeepers – Linhares

Camila Gabriel – Camila Gabriel e Banda – Ibatiba

Danyel Sueth – Estádio de Sítio – Alegre

Dayane Rosa – Linhares

Elias Wagner – Linhares

Eloá Eler – Caparaó – Irupi

Fabio Coruja – Projeto Soturno – Cachoeiro de Itapemirim

Fernando Zorzal Borges – A Transe  – Divino de São Lourenço

Flávio Góis Marão – Banda Projeto Feijoada – Cachoeiro de Itapemirim

Flavio Gomes Freire de Azevedo – Caparaó, Terra Feita de Ouro em Pó “10 anos da Banda Terra Sem Males” – Divino de São Lourenço

Isabella Nogueira Laiber – Linhares

João Pedro Monteiro de Freitas – Cachoeiro de Itapemirim

16 .João Victor de Castro Magalhães – Divino de São Lourenço

Laíssa Costa Moreira Muniz Gamaro – Suindara – Divino de São Lourenço

Luiz Carlos Cardoso Suzano Junior – Leituras Dramáticas Capixabas – Cachoeiro de Itapemirim

Raí Brasil Spadarott Bullus – Bom Jesus do Norte

Renato Sabaini – Colatina

Salvador Cantor (Salvador Ibanez Fernandes) – Guaçuí

Thiago Dias Pardinho – Linhares

Welber Nhaik Alves dos Santos – Linhares

 

CATEGORIA E – APRESENTAÇÕES DA ÁREA DE ARTES CÊNICAS COM ATÉ 7 ARTISTAS

 

Adailton Alcantara Pereira –  Espetáculo “Zé Grilo dentro de sí” – Linhares

Carlos Francisco Ola – Espetáculo “A Saga Amorosa dos Amantes Píramo e Tisbe” – Guaçuí

Luciana Ciríaco Souza – As Zungueiras do Itapemirim – Itapemirim

Sara Lyra – Espetáculo O Rei de Quase Tudo – Anchieta

Tony Campbell – Cachoeiro de Itapemirim

 

CATEGORIA F – APRESENTAÇÕES DA ÁREA DE CULTURA POPULAR COM ATÉ 10 ARTISTAS

 

Barbara Péres – Grupo de jongo Maria Preta e Zé Porto – Marataízes

Daniel Costa Corrêa  – Cachoeiro de Itapemirim

Fábio Ravera Lyrio – Grupo de Caxambu de Pedra Branca – Vargem Alta

Jocelino da Silveira Quiezza – Grupo de Guerreiros Tupinikim  –  Aracruz

Mestre Dudy – Muqui

 

CATEGORIA G – CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS INFANTIS:

 

Ana Claudia Souza Fonseca Ferreira – O Polvo e o Plástico – Cachoeiro de Itapemirim

Brenda Caetano Perim – Um Cesto de Histórias   – Cachoeiro de Itapemirim

Gabriel Pontes Fonseca Ferreira – Espetáculo de Teatro de Lambe lambe A Orca e sua Amiga Foca – Cachoeiro de Itapemirim

Luiz Alberto Rodrigues dos Santos – Tio Beto Conta Histórias  – Cachoeiro de Itapemirim

Luma Mara Barros Costa – As histórias de Luma –  Cachoeiro de Itapemirim

 

CATEGORIA H – VIDEOCLIPES MUSICAIS

 

Adalberto Amorim Pinheiro – Videoclipe “Trajetórias Interrompidas” – Ibatiba

Adriana Lopes Pereira – Videoclipe “Negras Conectadas” – Colatina

Alinne Garruth Moreira – Videoclipe “Tudo ou Nada”  – Cachoeiro de Itapemirim

Douglas Gonçalves Lopes – Videoclipe “Pra Sorrir” – Anchieta

Leandro da Rocha Mozer – Videoclipe  “Eu Queria Voar”  – Cachoeiro de Itapemirim

 

Chamada Pública

A Chamada Pública do Cultura em Toda Parte 2022 ficou aberta para produtores e artistas submeterem as propostas de 17 de janeiro a 11 de fevereiro de 2022, em formato on-line, por meio do Mapa Cultural Espírito Santo. Durante o período vigente do edital, todos os proponentes puderam fazer questionamentos por meio do plantão “tira-dúvidas”, por e-mail, telefone fixo e WhatsApp.

Neste segundo ano, o Cultura em Toda Parte realiza a primeira edição presencial. As apresentações vão respeitar os protocolos sanitários estabelecidos pela Secretaria da Saúde (Sesa). Além disso, todos os participantes vão precisar comprovar a vacinação contra a Covid-19 para se apresentar. A programação inclui apresentações em diversas linguagens artísticas, como artes cênicas (teatro, dança, circo e performance), artes visuais, música, literatura, audiovisual, arte digital, design, moda, cultura alimentar, cultura popular, cultura afro-brasileira, cultura indígena e artes integradas.

Idealizado pela Secretaria da Cultura, com o apoio da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e do Serviço Social da Indústria (Sesi), o Cultura em Toda Parte conta com recursos da Lei Aldir Blanc, via Chamamento Público, para a Seleção de Organização da Sociedade Civil (OSC) realizar a Gestão e Operacionalização do Projeto Cultura em Toda Parte – Circulação e Difusão de Atividades Artísticas e Culturais no Estado do Espírito Santo, por intermédio da Secretaria da Cultura (Secult), direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Instituto Parceiros do Bem [email protected]
IBCA [email protected].