Operação conjunta prende suspeito de chefiar grupo criminoso em Pinheiros

Compartilhe

Uma operação realizada pelas Polícias Civil e Militar em Pinheiros resultou na prisão de um indivíduo de 28 anos considerado o chefe do grupo criminoso autointitulado “Bonde da Mooca”, que atua no bairro Jundiá. Participaram da ação policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Pinheiros e policiais militares da 19ª Companhia Independente e da Força Tática do 2º Batalhão.

“Este indivíduo já era alvo de nossas investigações. Alguns levantamentos indicaram que ele e um comparsa, de 30 anos, também considerado líder do grupo, estavam no interior de um prédio no bairro Jundiá. Assim, reunimos os policiais e realizamos a diligência que resultou na captura de um dos investigados”, informou o titular da DP de Pinheiros, delegado Eduardo Mota.

O outro investigado também estava na casa, mas saiu minutos antes da chegada dos policiais. “As investigações apontam que esses dois indivíduos, juntos, comandam o chamado “Bonde da Mooca e são suspeitos de envolvimento em pelo menos cinco homicídios consumados, dois homicídios tentados e em diversos tiroteios ocorridos em 2021 e este ano na cidade de Pinheiros”, explicou o delegado.

No imóvel, os policiais também encontraram um adolescente de 16 anos, que foi apreendido. A equipe também recolheu uma pistola, munições, drogas, dinheiro e anotações do tráfico. O detido maior de idade foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo, sendo encaminhado ao sistema prisional. O adolescente assinou Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC) por ato infracional análogo aos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico e foi reintegrado à família.

A investigação segue em andamento. A população pode contribuir com informações de forma anônima por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo site disquedenuncia181.es.gov.br.

fonte:correio9