Batalhão de Polícia de Trânsito participa do lançamento do Maio Amarelo 2022

Compartilhe

O Departamento Estadual de Trânsito – Detran – lançou oficialmente, na manhã desta segunda-feira (02), a campanha Maio Amarelo, que em 2022 traz o lema: “Juntos salvamos vidas”. O BPtran participou do evento e apoia a ideia.

O Maio Amarelo possui repercussão nacional e traz todos os anos o alerta de que é necessário salvar vidas diante de um trânsito com números tão elevados de mortos e feridos em decorrência, na maioria das vezes, do fator humano, através do qual se expõe a negligência às normas, a pressa, o estresse, o impulso de emulação, enfim, o desrespeito à vida alheia e, muitas vezes, de sua própria.

A intenção do movimento é sensibilizar condutores, ciclistas e pedestres da responsabilidade de cada ente social na promoção da segurança de todos os usuários das vias públicas.

A diretora técnica do Detran, Edina Poleto, alerta para a necessidade da participação de todos: “a campanha inicia agora, mas não se resume ao mês de maio. Hoje queremos destacar a necessidade de um envolvimento sinérgico, que reforce condutas promotoras de um trânsito mais seguro todos os dias”, disse.

Já o diretor-geral, Harlem da Silva, destacou: “todos nós conhecemos alguém que perdeu uma pessoa querida no trânsito ou que ficou com sequelas em decorrência de um acidente. Esse tema vem chamar a atenção de que o motorista, o motociclista, o ciclista, o pedestre, todos têm sua responsabilidade no trânsito”.

O evento de hoje contou com a participação de representantes de outros órgãos integrantes do SNT, incluindo a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Civil, as Guardas Municipais e, claro, a PMES, através do seu Batalhão de Polícia de Trânsito.

O tenente-coronel Fonseca esteve presente no lançamento, acompanhado de outros oficiais. Ele também destacou a importância da campanha e garantiu a participação do efetivo do Bptran, dentro da esfera das atribuições da Unidade.

“O BPtran tem orgulho em fazer parte desse momento e das ações de campanha. A fiscalização pura e simples não consegue alcançar todos os meandros que envolvem a dinâmica do trânsito. É necessário também focar nas orientações e sensibilizar os usuários das vias a querer fazer sua parte e, juntos conosco, salvar vidas.

O Detran, promotor da campanha no Estado,  trouxe também à participação parentes de vítimas do trânsito, que puderam compartilhar seus testemunhos, externando a dor incessante de perder entes queridos de forma tão abrupta e violenta. “Embora a dor seja imensa, ela é o que nos move a conscientizar os condutores, para que outras pessoas não passem pelo que estamos passando”, disse um dos parentes de vítimas do trânsito.

O Maio Amarelo irá promover diversos eventos durante este mês. Dentre eles: curso de mecânica básica para mulheres, simulação de acidentes, moto e vida em ação, pedalaço pela paz e o mega “pit stop”, com revisão veicular gratuita.

O BPtran, além de manter as ações de fiscalização, reforçará o foco na orientação aos condutores, pedestres e ciclistas.