Detran|ES dá início à programação do Maio Amarelo no Estado

Compartilhe

O tema da campanha deste ano “Juntos salvamos vidas”, foi definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Imagem/es.gov

 

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) lançou, na manhã desta segunda-feira (02), o Movimento Maio Amarelo no Estado, em um evento na sede do órgão, destinado aos servidores e representantes de órgãos parceiros. Na ocasião, foram apresentados dados de acidentes no Estado e o cronograma das ações educativas que serão realizadas durante todo o mês, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de adotar comportamentos seguros e o papel de cada um para salvar vidas no trânsito.

O diretor geral do Detran|ES, Harlen da Silva, destacou o tema da campanha deste ano “Juntos salvamos vidas”, definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), visando a ressaltar a importância da educação de trânsito para mudar o comportamento da sociedade. “Todos nós conhecemos alguém que perdeu uma pessoa querida no trânsito ou que ficou com sequelas em decorrência de um acidente. Esse tema vem chamar atenção e enfatizar que o motorista, o motociclista, o ciclista, o pedestre, todos têm sua responsabilidade no trânsito”, salientou.

“Os órgãos de fiscalização vão continuar fazendo o seu papel, punindo aqueles que insistem em descumprir a lei. Porém, não vamos mudar a cultura do trânsito apenas com multas. Nós temos que vencer a barreira cultural, intensificar a educação para o trânsito desde a escola, nas empresas, nas ruas, que é o que já fazemos durante todo o ano com as ações do Detranzinho. Quando a pessoa se conscientiza e cumpre as regras, ela se torna um cidadão melhor, não só no trânsito. Maio é um mês para refletir sobre nossos comportamentos no trânsito e essa conscientização deve perdurar durante todo o ano”, acrescentou Harlen da Silva.

Para a diretora técnica do Detran|ES, Édina de Almeida Poleto, é necessário que a as pessoas se envolvam nessa causa. “Desenvolvemos ações durante todo o ano com os órgãos parceiros que estão aqui presentes e o Maio Amarelo é um momento para nos voltarmos para esse tema tão relevante. O tema ‘Juntos salvamos vidas’ vem mostrar à sociedade que todos nós podemos salvar vidas, conhecendo e cumprindo as regras, e adotando comportamentos seguros no trânsito no nosso dia a dia e que, com cada atitude, com cada comportamento responsável, nós vamos salvar vidas no trânsito”, frisou.

“Todos os dias vemos notícias de acidentes com mortes e feridos, com sequelas graves e permanentes, mas as pessoas só se atentam a isso quando o acidente impacta a família ou pessoas mais próximas. Nós precisamos mudar esse comportamento, porque essa estatística de acidentes tem rosto e tem família. Cada momento que deixamos de cumprir nossa responsabilidade pode levar uma vida a se perder. Pedimos que cada vez que uma pessoa pensar em não passar na faixa, em usar o celular enquanto dirige, em não usar o cinto de segurança, em beber antes de dirigir, que ela se lembre dessas pessoas que perderam a vida em um acidente e poderiam estar aqui”, ressaltou Édina de Almeida Poleto.

Participaram do lançamento servidores do Detran|ES, representantes da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e de prefeituras da Grande Vitória.

Testemunhos

Um ano após perder a filha Amanda Marques Pinto, de 20 anos, em um acidente de trânsito em Vila Velha, a mãe da jovem, Renata Aparecida Marques, cobrou conscientização. “Tem um ano que arrancaram ela de mim. Nós vemos que muitos bebem e dirigem sem se preocupar com o próximo, com as famílias, e pedimos mais conscientização no trânsito. O Dia das Mães está chegando e é muito difícil. É uma dor que vai corroendo a gente, atrás de justiça por nossos filhos, para amenizar um pouco a dor, mesmo sabendo que eles não vão voltar mais”, disse.

Izaías Moreira destacou a missão dele de levar a conscientização, após a perda da filha Sâmia, vítima de um grave acidente na Rodovia do Sol, em 2014. “Eu sempre participo de palestras para alertar as pessoas e percebo que há campanhas educativas, ações de conscientização do Detran e de outros órgãos, mas sinto que aqueles que não passam por isso não se interessam pelo tema e não adotam atitudes responsáveis no trânsito. A gente não vê mudança de comportamento, não vê empatia e sensibilidade por parte das pessoas”, comentou.

“É muito fácil colocar a culpa no poder público, mas as pessoas mesmo que são culpadas quando não assumem sua responsabilidade, bebem e dirigem, adotam comportamentos errados. A minha filha já se foi e não vai voltar, mas a minha luta hoje é pela vida de todos, quero chamar a atenção das pessoas que é preciso mudar o comportamento”, alertou Izaías Moreira.

Programação:

Durante todo o mês, serão desenvolvidas ações educativas e atividades em parceria com outros órgãos de trânsito e instituições públicas e privadas para chamar a atenção da sociedade para o alto número de acidentes e a importância da participação de todos, visando à construção de um trânsito mais gentil e seguro, em todos os 78 municípios capixabas.

Na tarde desta segunda-feira (02), teve início o Curso de Mecânica Básica para Mulheres “Faça você mesma”. Ainda esta semana, serão realizados o simulado de acidentes de trânsito, em parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192, na Serra, e ações educativas voltadas para motociclistas, em Vitória.

A programação do mês inclui ainda o evento Mega Pit Stop, em Vitória, com abordagens e palestras educativas em escolas, empresas e vias públicas em todo o Estado e o “Pedalaço pela Paz”. O movimento incentiva também o uso de blusas e camisas amarelas, além da iluminação de locais públicos com a cor amarela.

Em Colatina, o Cristo Redentor e a Ponte Florentino Avidos já estão iluminados e prontos para o Maio Amarelo.

Confira a programação do Movimento Maio Amarelo aqui

Maio Amarelo

O Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para a redução de acidentes de trânsito. As atividades realizadas neste mês no Espírito Santo e em todo o mundo têm o objetivo principal de alertar e mostrar a dimensão e o impacto que os acidentes têm no cotidiano.

O tema deste ano, “Juntos salvamos vidas”, foi definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e pretende mostrar à sociedade que todos nós, independente do nosso ofício, podemos salvar vidas, conhecendo e cumprindo as regras.