Polícia Civil prende suspeito de estuprar duas filhas menores de idade em Pedro Canário

Compartilhe

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Pedro Canário prendeu, nessa quinta-feira (28), um homem de 43 anos, com mandado de prisão em aberto por estupro de vulnerável. As vítimas são suas duas filhas, de 12 anos e 14 anos.

As investigações tiveram início após a Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) ser informada que as meninas estariam sendo abusadas pelo pai. Durante o decorrer do inquérito, a equipe de investigação descobriu que o acusado vivia como pai solteiro, e que dormia com as filhas no mesmo quarto, efetuando os abusos, muitas vezes, obrigando as irmãs a testemunhar o que estava acontecendo uma com a outra.

“O homem ameaçava e agredia as vítimas psicologicamente, tornando a residência, que deveria ser uma referência de lar para as meninas, um ambiente hostil, opressor e abusivo”, relatou o titular da Delegacia de Polícia de Pedro Canário, delegado José Eustáquio Mendes Junior.

Durante cinco dias consecutivos, as equipes da PCES realizaram campanas, até que conseguiram capturar o suspeito, nessa quinta-feira (28), no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Pedro Canário, onde o acusado estava acompanhando a filha, grávida e maior de idade, nos exames de pré-natal.

O acusado foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável e encaminhado ao Complexo Penitenciário de Xuri, onde permanecerá à disposição da Justiça. O homem responde, também, por crimes de furto realizados no município de Pedro Canário.

 

Texto: Rachel Nunes, estagiária da Assessoria de Comunicação SESP